Vicissitude

Impulsos que cortam a voz
Vozes penetrantes da alma
Espíritos perdidos na escuridão
Ausência de luz em respostas vazias

Fogo que congela
Gelo que esquenta
São as inconstâncias que definem
Sua real temperatura

Uma parede entre nós
Duas mãos que não se alcançam
Uma vida deixada de lado
Laços que não se cruzam

Sua voz se arrasta pela sala
O som demora a chegar em meus ouvidos
A negativa deixa cicatrizes
Fendas espaçadas que não remetem ao tempo
Traduzem a rejeição
Linhas mal resolvidas

Quero ser as unhas que roçam a tua pele irritada
A ranhura sangrenta provocada pela lâmina destemida
A loção que acalma e nutre suas lacunas
Na sexta-feira à noite
Poderia ser o primeiro trago de cigarro
O último copo de cerveja
Os olhos da manhã seguinte
Corpo sobre corpo
Tua manhã de sábado e domingo

Banhada no álcool do não
Me despeço da quimera que criei
Numa tarde de quinta-feira
Quando bebi cada detalhe de sua voz
Nuances de Um Dia
Páginas viradas
Crespas como as folhas do outono.

tumblr_m05p5tlSNn1rqfd6no1_500

“Wherever you are, I always make you smile
Wherever you are, I’m always by your side
Whatever you say, kimi wo omou kimochi
I promise you “forever” right now.”

Anúncios

Sobre Jacqueroll

Brasileira com muito orgulho, apaixonada pela cultura japonesa (j-pop/Johnny's/dorama/manga/anime/nintendo/日本語), arashian (嵐) e gamer (RPGs). Ver todos os artigos de Jacqueroll

Obrigada por visitar meu blog de poesias. Se tiver algum comentário ou crítica, fique à vontade para comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: