Arquivo da categoria: Poesia

A lua que olhei

A lua é cúmplice da nossa história
Pra ela, somos protagonistas incansáveis
Seja de noite ou de dia
Seu brilho nos acompanha
No primeiro encontro, também estava lá
Só não reparei ou olhei pra nada
Parei e vi uma luz vindo na minha direção
Que, por sinal, tornou-se o brilho lunar que eu precisava
O amor, você sabe, tem fases
Começa como um sopro
Transforma-se em alegria
Depois vira um motivo pra seguir em frente
Há momentos crescentes
Situações minguadas
Conflitos que pegam em cheio
E, se for verdadeiro, aparece uma nova razão pra querer mais
Nosso amor não é de lua
E nem é montanha-russa
Mas tenho certeza que seus altos e baixos
Contrastes à parte
Fazem minha vida mais plena
Já decorei seu calendário
E tô com vontade de acertar teus ponteiros
Para o nosso relógio andar juntinho
Hoje, amanhã e um bocado de sempre.

Quando olho para o céu
Vejo formas que a natureza moldou
Você é uma delas!

written_in_the_stars_by_terribly-d3aad89

“Flame you came to me
Fire meet gasoline
Fire meet gasoline
I’m burning alive
I can barely breathe
When you’re here loving me
Fire meet gasoline
Fire meet gasoline.”

Anúncios

Melodia do sim, rima do não

A música elucida a saudade em letras que queimam cada rima.
Os versos traduzem separação em nãos de agonia.
Nada disso reflete o que sinto,
mas contagia o sentimento que domina meu dia a dia.
Agora só penso em reencontrar o motivo da minha alegria.

tumblr_mogi3aYfKe1r1iv4bo1_500

“Me desapropria o rumo, o prumo, juro me padeço com você
Me desassossega, rega a alma, roga a calma em minha travessia
Outro porquê.”


Temporalidades

Todo minuto tem 60 segundos de história
Toda história que se preze tem começo, meio e fim
Todo fim tem um meio que veio do começo
Toda regra passa bem longe de mim.

Há duas páginas que se unem
Sem ponto final ou reticências
Numerações que agem como o tempo
Insistente em afetar nossa existência

Duas vidas ao se encontrar
Um segundo pra renascer
Foi apenas um olhar
Pra jamais esquecer.

“Come together, right now
Over me.”


Castanhamente iguais

Quando seus olhos alcançaram os meus
Já estava deitada, esperando pelas suas mãos
Que em segundos já estavam percorrendo meu corpo
Ainda morno à espera do seu calor
Nosso desejo sufocou cada canto do quarto
A respiração se tornou uma só
Quando sua boca já dominava minha pele
(aumentando e diminuindo o ritmo)
Só pude sentir o êxtase arrepiá-la
Impulsionando todas as sensações guardadas

Aqueles olhos castanhos encontraram os meus
(castanhamente iguais)
E depois daquela noite de horas não contadas
Vi que há um universo a descobrir
Sonhos a compartilhar
Metade do meu sorriso pra sorrir

Observei cada detalhe seu enquanto dormia
Sua pele clara brigava com a luz fraca
Da manhã de domingo
Insistente em querer abalar tua beleza
(invencível até em silêncio)
Fiquei quietinha pra jamais esquecer
A tranquilidade que é te amar.

tumblr_mn3zu5cWi31r4ap2qo1_500

 “Hoshizora to tsuki to hanabi no shita
Natsu no kaori suru kimi no basho de
Kisetsu ga kuru tabi ni
Omoidashite naita
Demo mou daijoubu…”


Vicissitude

Impulsos que cortam a voz
Vozes penetrantes da alma
Espíritos perdidos na escuridão
Ausência de luz em respostas vazias

Fogo que congela
Gelo que esquenta
São as inconstâncias que definem
Sua real temperatura

Uma parede entre nós
Duas mãos que não se alcançam
Uma vida deixada de lado
Laços que não se cruzam

Sua voz se arrasta pela sala
O som demora a chegar em meus ouvidos
A negativa deixa cicatrizes
Fendas espaçadas que não remetem ao tempo
Traduzem a rejeição
Linhas mal resolvidas

Quero ser as unhas que roçam a tua pele irritada
A ranhura sangrenta provocada pela lâmina destemida
A loção que acalma e nutre suas lacunas
Na sexta-feira à noite
Poderia ser o primeiro trago de cigarro
O último copo de cerveja
Os olhos da manhã seguinte
Corpo sobre corpo
Tua manhã de sábado e domingo

Banhada no álcool do não
Me despeço da quimera que criei
Numa tarde de quinta-feira
Quando bebi cada detalhe de sua voz
Nuances de Um Dia
Páginas viradas
Crespas como as folhas do outono.

tumblr_m05p5tlSNn1rqfd6no1_500

“Wherever you are, I always make you smile
Wherever you are, I’m always by your side
Whatever you say, kimi wo omou kimochi
I promise you “forever” right now.”


Arco-íris

A chuva que cai lá fora
Conta histórias ainda não ditas
Que passaram anos envolvidas
Em calhas e folhas escondidas
Desenho seu rosto
No suor do vidro
Que transpira sozinho
Afogado em lembranças perdidas
Não há som algum
No silêncio torrencial
Que cai triste de nuvens distantes
Até encontrar você
Do outro lado do arco-íris.

rainbow

“I will catch you, never let you go
I won’t let you, go through it alone
So don’t feel left out, we all fall down
We all fall down.”


Juntos vamos mais longe

Seus braços não existem apenas para me abraçar
Mas eles são especialistas nisso
Sua boca pode até beijar um rosto amigo
Mas é na minha que ela se torna uma
Seus olhos são míopes como os meus
Mas eles têm o poder de me ler por inteira
Seus pés suportam a tensão dos dias
Mas encontram a paz quando encostam nos meus

Você não é minha metade
Porque te quero por inteiro
Você não me completa
Porque não é uma peça de quebra-cabeça
Que precisa se encaixar em mim
Você existe mesmo sem nós
Mas juntos somos melhores
Juntos vamos muito mais longe.

“I’ll be your keeper for life as your guardian
I’ll be your warrior of care your first warden
I’ll be your angel on call, I’ll be on demand
The greatest honor of all, as your guardian.”

%d blogueiros gostam disto: