Rugido

Ao leão que governa a selva da nossa amizade.

Era primavera
Seu rugido pousou sobre mim
Feito sussurro no escuro
Tornou-se eterna melodia

Havia uma barreira impenetrável
Cheia de dúvidas e segredos
Quebramos as regras do jogo
Experimentamos o fruto do medo

A distância encostou
Feito cola em sapato
E nada mais importa
A não ser o passar do tempo

O desconhecido nos aproximou
Entre Monte Fuji e Japão
Não há palavras que definam
A incompreensão dessa união

Vejo luzes na estrada
Ao longe, na Terra do Sol Nascente
Onde nos encontraremos novamente
Por hoje e sempre.


“Boku wa kimi no subete nado shitte wa inai darou
Soredemo ichi oku nin kara kimi wo mitsuketa yo
Konkyo wa naikedo honki de omotterunda.”

Anúncios

Sobre Jacqueroll

Brasileira com muito orgulho, apaixonada pela cultura japonesa (j-pop/Johnny's/dorama/manga/anime/nintendo/日本語), arashian (嵐) e gamer (RPGs). Ver todos os artigos de Jacqueroll

Obrigada por visitar meu blog de poesias. Se tiver algum comentário ou crítica, fique à vontade para comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: