Velho mundo

Enfrento o ócio nada criativo
Envolto à palavras e músicas
Discuto – de novo – comigo
Pelas mesmas ideias fixas

Canso a vista de tanto cerrar
Pressiono o teclado até descontrolar
Amanheço em pura insanidade
Desconheço a tranquilidade

Brinquei contra o vento
Esperando-o se reiventar
Gritei porque o tempo
Pediu trégua ao meu insinuar

Finjo que aguento
Esperar pela busca
Fecho a boca, finjo que sou muda
Desisto desse velho mundo.

“When I offer you survival,
You say it’s hard enough to live,
And I’ll tell you when it’s over,
Shut up poor and tired,
But more than this”

Anúncios

Sobre Jacqueroll

Brasileira com muito orgulho, apaixonada pela cultura japonesa (j-pop/Johnny's/dorama/manga/anime/nintendo/日本語), arashian (嵐) e gamer (RPGs). Ver todos os artigos de Jacqueroll

Uma resposta para “Velho mundo

Obrigada por visitar meu blog de poesias. Se tiver algum comentário ou crítica, fique à vontade para comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: