No seu oposto

Apaguei todas as luzes ao meu redor
Destruí os vestígios da minha memória
Criei refúgio pelos cantos
Senti todas as dores do mundo

Quis acreditar nas suas verdades
Desisti de fugir dos meus medos
Caminho pela estrada fria
No seu oposto – sozinha

Contendo os gritos que permeiam a mente
Deixando que o silêncio me domine
Carregando a minha alma para o mar
Sem destino, sem meios para voltar

Portas e janelas fechadas
A luz do sol não vem me encontrar
Nem o azul do céu me encantar
Permaneço assim por um tempo – isolada.

“Don’t leave me high, don’t leave me dry
Don’t leave me high, don’t leave me dry”.

Anúncios

Sobre Jacqueroll

Brasileira com muito orgulho, apaixonada pela cultura japonesa (j-pop/Johnny's/dorama/manga/anime/nintendo/日本語), arashian (嵐) e gamer (RPGs). Ver todos os artigos de Jacqueroll

2 respostas para “No seu oposto

  • UNI

    Que ódio, mano! Estou por entre essas dores tb…

    Sinto q ando no oposto tb…isolado…e parece q oq escrevo só piora tdo…mas é viciante, sabe? não consigo parar de ler oq meu coração sabe sobre mim.

    Besos, querida poeta!

  • Jacqueroll

    Tudo tem um tempo certo para durar, inclusive a nossa reclusão e isolamento.

    Logo encontraremos o nosso oposto e estaremos completos novamente!

Obrigada por visitar meu blog de poesias. Se tiver algum comentário ou crítica, fique à vontade para comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: